A resposta está em sua alma interior

A resposta está em sua alma interior universe naturalSob a orientação de nosso Eu Espiritual, nossa Vida Imortal, o Homem veio ao mundo para adquirir conhecimento e experiência e para se aperfeiçoar como ser físico.

O corpo sozinho, sem comunhão com o Espiritual, é uma concha vazia, uma rolha sobre as ondas, mas, quando há união, a vida é uma alegria, uma aventura de interesse absorvente, uma jornada cheia de felicidade, saúde e conhecimento.

Há um método bastante seguro para o alívio de todo sofrimento – a transformação do egoísmo em altruísmo. Se desenvolvermos suficientemente a qualidade de nos fundirmos no amor e no cuidado para com aqueles que estão ao nosso redor, alegrando-nos com a gloriosa aventura de alcançar o conhecimento e ajudar os outros, nossas tristezas e sofrimentos rapidamente chegarão ao fim. Este é o grande objetivo final: a perda de nossos próprios interesses no serviço da humanidade.

Cada um de nós tem uma missão divina neste mundo e nossas almas usam nossas mentes e corpos como instrumentos para a realização dessa missão, de modo que, quando os três, alma, mente e corpo, trabalham em uníssono, o resultado é a perfeita saúde e a perfeita felicidade.

Como Filhos do Criador, temos dentro de nós toda a perfeição e viemos a este mundo simplesmente para podermos perceber nossa Divindade. Deste modo, todas as provas e experiências porque passamos não nos derrubam, pois, através desse Poder Divino, tudo nos é possível.

O objetivo supremo de toda a humanidade é a perfeição.

Aprender as lições da vida

Aprendemos lentamente, uma lição de cada vez, mas precisamos, se quisermos viver bem e felizes, aprender especialmente aquela lição particular que nos é dada por nosso Eu Espiritual. Não estamos todos aprendendo a mesma lição ao mesmo tempo. Um está dominando o orgulho; outro, o medo; outro, o ódio e assim por diante, mas o fator essencial para a saúde é que aprendamos a lição que nos foi destinada.

Qualidades e virtudes são relativas; o que é virtude em uma pessoa, pode ser uma falha em outra. Buscar apenas poder pode ser correto em uma alma jovem e não causa conflito entre a personalidade e o Eu Espiritual. Mas poderia estar fora de lugar, e portanto errado, num estágio mais avançado do discipulado, quando a Alma decidiu que a personalidade deve dar. … Uma qualidade em si mesma não pode ser julgada certa ou errada sem se considerar o estágio evolutivo do indivíduo.

Não tenhamos medo de mergulhar na vida; estamos aqui para ganhar experiência e conhecimento, e pouco aprenderemos se não enfrentarmos a realidade e não dermos o máximo de nós mesmos.

Nossas Almas são perfeitas, pois somos filhos do Criador e tudo o que elas nos sugerem é para nosso próprio bem.

O verdadeiro conhecimento

Você só resolve suas dificuldades no mundo após estudar o que está ao seu redor e pensar calma e cuidadosamente, preparando-se para a iluminação que provém do interior.

Todo verdadeiro conhecimento vem apenas de dentro de nós mesmos, através da comunicação silenciosa com a Alma.

As doutrinas e a civilização roubaram-nos o Silêncio, roubaram-nos o conhecimento de que sabemos tudo dentro de nós mesmos.

Busque com seus sentidos e sua mente, mas a resposta virá de sua alma interior. É assim que as andorinhas aprendem a voar cruzando o oceano.

Dr. Edward Bach

Conecte-se com a vida e cure seus relacionamentos

Conecte-se com a vida e cure seus relacionamentos  universe naturalQuando você foca naquilo que o seu parceiro não é, quando você coloca atenção exclusivamente naquilo que está faltando no relacionamento, nas falhas, em como deveria ser, o seu contentamento passa a depender da “mudança do outro”, e vocês entrarão em guerra, sutilmente ou não.

Tudo isso passa a ser responsável por sua felicidade agora. Você se expressa a partir de um estado de carência, descontentamento, tensão e stress, e não a partir da paz profunda que você realmente é.

Você não quer o parceiro que está ali na sua frente, você quer uma imagem idealizada do outro. Há uma espécie de tensão ou uma lacuna, entre o que o outro é e o que ele não é, e o seu contentamento reside no futuro, ou algo do gênero. Você se sente desconectado do outro e anseia em se conectar novamente “com o tempo”.

Mas não até que ele mude.

Ele é o culpado por sua falta de conexão, por sua carência, desapontamento, frustração e até mesmo por sua raiva, já que você espera que uma cura ou transformação aconteça!

Só que ninguém muda simplesmente porque que você quer que mude. Alguma vez você mudou quando alguém tentou fazer com que você mudasse?

Você não se sentiu manipulado e ignorado?

Será que você pode, apenas por alguns instantes, encarar o seu parceiro como ele realmente é? Será que você pode deixar o futuro e a expectativa para trás, apenas por alguns momentos? E a partir desse estado de profunda conexão, desse estado de contentamento e clareza, expressar-se de verdade, não almejando mudar algo, mas no intuito de que o outro possa entender como você se sente? Será que você pode ouvir sem preconceito, deixar de lado a “história” do relacionamento de vocês (as demandas, as expectativas, a história, as “regras”) e simplesmente se relacionar, aqui e agora, de igual para igual?

Quando você sente a conexão que há entre vocês, quando há disposição em ouvir, quando há segurança, quando você se sente realmente capaz de se expressar de verdade, quando todas as imagens desaparecem, quando o foco não está naquilo que está faltando ou foi perdido, mas sim totalmente presente aqui mesmo neste momento, você ainda sente a necessidade de que algo mude? Você necessita de algum futuro? Quer você fique ou vá embora amanhã, quer algo mude ou não, será que você consegue estar em paz do jeito que as coisas são, e viver a partir disso? Isso não é passividade, mas sim uma profunda conexão com a vida, a fonte de toda inteligência, criatividade e clara ação, onde todas as decisões devem ser tomadas.

Não precisamos esperar pela mudança de amanhã, se podemos nos conectar profundamente hoje mesmo. É bem provável que mudança não ocorra à força ou sob pressão.

É bem provável que não seja o encontro dos seus sonhos, mas que aconteça aqui mesmo.

Jeff Foster

Desperte o poder da imaginação

Desperte o poder da imaginação universe naturalPrimeiro você tem que entender o que a imaginação é.

Ela é atualmente muito condenada. Na hora que você escutar a palavra “imagine” você irá dizer que isso é inútil, queremos algo real, não imaginário.

Mas imaginação é uma realidade, é uma capacidade, é uma potencialidade dentro de você.

Você pode imaginar. Isso mostra que seu ser é capaz de imaginar. Essa capacidade é uma realidade.

Através dessa imaginação você pode destruir ou pode criar a si mesmo. Isso depende de você.

Imaginação é muito poderosa. É um poder potencial.

O que é imaginação?

É entrar em uma atitude tão profundamente que a própria atitude torna-se realidade.

Vamos exercitar já?

Sente-se num lugar solitário: se for um ambiente natural, isso é bom, se não, então um quarto também serve.

Então feche seus olhos e imagine uma força espiritual presente dentro e fora.

Dentro de você um rio de consciência está fluindo e isso preenche todo o quarto, transbordando. Dentro e fora, ao seu redor, por toda parte, o espírito está presente, a energia está presente.

E não imagine isso só na mente, comece a sentir dentro do corpo – seu corpo começará a vibrar. Quando você perceber que o corpo começou a vibrar, isso mostra que a imaginação começou a funcionar.

Sinta que todo o Universo aos poucos está espiritualizado – tudo, as paredes do quarto, as árvores ao seu redor, tudo se tornou não-material, tudo se tornou espiritual. A matéria não existe mais.

Através da imaginação você está atingindo um ponto onde, pelo seu esforço consciente, você está destruindo as estruturas do intelecto, os padrões do intelecto. Você percebe que não há nenhuma matéria, só energia, só espírito, dentro e fora.

Logo você irá perceber que dentro e fora desapareceram.

Quando seu corpo se torna espiritual e você sente que é energia, assim não há mais nenhuma distinção entre o dentro e o fora. As fronteiras são perdidas. Agora só existe um fluxo, um oceano, vibrando. Isso também é o real – você está alcançando o real através da imaginação.

Lembre de uma coisa básica:

A menos que o padrão de sua mente seja lançado fora, a menos que você fique “despadronizado”, a menos que seu condicionamento seja jogado fora e você fique descondicionado, você não saberá o que a realidade é – você só conhecerá interpretações. Essas interpretações são trabalhos da sua própria mente.

Realidade despadronizada é a única realidade. E essa técnica é para lhe ajudar a despadronizar, a descondicionar, a dissolver da mente as palavras que se acumularam lá. Você não pode olhar devido a elas. O que quer que lhe pareça real deixe que isso seja dissolvido.

Osho

Somos canais por onde Deus vive as suas múltiplas manifestações

Somos canais por onde Deus vive as suas múltiplas manifestações universe naturalSomos canais por onde Deus vive.

O Universo é uma dança de energia que cria formas e nomes, corpos e mentes.

Essa dança é o movimento da energia criando e re-criando o plano do criador.

Neste exato momento você está vivenciando o plano do criador. Como? Criando também.

Neste exato momento mil e uma coisas criativas estão acontecendo e você nem percebe. Seu sangue está circulando, sua respiração está acontecendo, suas células estão mudando, sua comida está sendo processada, suas feridas cicatrizadas, e tudo isso sem o seu controle consciente.

É um presente da vida.

O corpo e a mente são veículos usados pela Energia Cósmica, ou Consciência Pura, ou Deus, seja lá o nome que você quiser usar, para expressar no mundo a sua vontade.

É exatamente o que Jesus disse: “Pai, seja feita a Tua vontade”, dando o exemplo de total entrega ao plano divino.

Quando o corpo e a mente recebem a graça de se entregar à energia do Espírito Santo, que é a ponte entre o mundo manifesto e o mundo não manifesto, a ponte entre o homem e Deus, uma luz ilumina a mente e o corpo.

Essa luz é chamada de iluminação.

Portanto, iluminação é saber intuitivamente, claramente, que você e Deus são um processo único de descoberta e criação. Deus se conhece através de Seus Filhos.

A grande brincadeira cósmica, a grande Leela que falam os hindus, é justamente isto: você não esteve, não está, e nunca estará separado de deus. Porque deus é tudo que existe em verdade.

Deus é o oceano da vida, e nós somos as ondas da criação. Uma onda nasce, uma onda morre. Mas o oceano permanece.

Universos nascem, universos desaparecem. Mas a Fonte dos universos permanece.

Essa Fonte é o que os homens chamaram Deus.

Somos canais por onde Deus vive as suas múltiplas manifestações.

Ou seja, nós somos instrumentos da vida, não os autores.

Somos os instrumentos de cada ação e pensamento, mas o autor de cada ação e pensamento é Vida, Consciência ou Deus.

Swami Sambodh Naseeb 

A autocompaixão arruína a alma

A autocompaixão arruína a alma universe naturalVocê tem motivos para ter muita pena de si mesmo. Não se pode negar.

Desde sua origem, tem sido um desafiado pela adversidade. Mas ter motivos não significa que seja conveniente alimentar autocompaixão.

Igual ao ressentimento, a autocompaixão arruína a alma. Agrava o mal que já existe e engendra outros.

Fique alerta contra qualquer tendência a autocondoer-se. Reaja, tendo compreensão contra esta sua tendência de querer que lhe confiram a medalha de campeão de sofrimento.

Acostume-se a evitar que tenham “peninha” de você, principalmente se for você aquele que se compadece. Pelo que tenho constatado, posso pensar que uma enorme parte de seu drama está correndo por conta do devastador sentimento de autocomiseração, que ressalta de suas cartas queixosas. Não é verdade que você diz para si mesmo – “coitado de mim, que sofri tais e tais problemas…!”? Não estou certo?

Se não faz assim é porque é anormal. Se faz é normal.

Mas chegou a hora de deixar esta normalidade estúpida, que só lhe tem feito mal.

Convido-o para ver as coisas de frente, mas sem cometer o erro de botar fermento na dor, sem invejar quem parece estar sem dor, sem recriminar o destino, sem rancor para a vida, sem ódio para aqueles que parecem responsáveis pelo que você sofre. Entende o que quero dizer?

Quero você de mente pura, mente capaz de ter clareza e poder de ver.

Quando quero que assim seja, estou convidando você para uma faixa de anormalidade, diferente da normalidade insana, isto é, da vulgaridade, da mesmificada massa de pessoas medíocres, adormecidas e incapazes de perceber as coisas como as coisas são. Quero você numa abençoada faixa de sabedoria, numa corajosa anormalidade, que os homens normais não compreendem e da qual talvez nunca ouviram falar.

Convido-o para manter-se tranquilo, para serenamente situar-se, e poder ver em cada adversidade um estímulo para amadurecer. Que suas dores sejam o que as esporas são para um cavalo de montaria: o estímulo para avançar, para romper caminho, para chegar seguro à meta.

Resumindo e continuando a falar franco, amigo, acho que sua mente tem sido mais eficiente em atormenta-o do que todos os agentes de seu destino, de seu karma. O ódio a alguém, tem lhe prejudicado mais do que a ele. Sua auto piedade o tem enfraquecido mais do que qualquer doença, podendo mesmo ser a causa principal de sua enfermidade. Analise sua mente. Procure percebe o mal que, assim desgovernada, lhe tem feito.

Vigie sua mente. Não deixe sua imaginação assim, desastrosamente solta. Não se entregue inconscientemente à amargura autocultivada. Não permita a entrada de pensamentos deprimentes. Não se esqueça de que todas as vidas são tremendos dramas, e, assim, desista de ser campeão. Renuncie ao pódio de padecentes.

Não seja ingrato com Deus.

Quantas coisas positivas em sua existência! Quanta coisa boa em você!

A insistência em ver apenas o negativo impede ver o que há de positivo, isto é, aquilo que o faria perder o “emprego de coitadinho”, que você, tolamente, vem mantendo. Se continua insistindo em arrolar somente os aspectos sombrios de seu destino e em esquecer os luminosos tenha paciência filho – não haverá salvação para você, pois você não quer mesmo ser salvo.

Seja vigilante! Orai e vigiai”, recomenda o Cristo.

Prof. Hermógenes

7 atitudes para gerar energia positiva

7 atitudes para gerar energia positiva universe naturalAlegrias, paz e muita felicidade é o que todos queremos. Mas muita gente esquece que, para ser feliz de verdade devemos fazer a nossa parte.

Tudo que conquistamos é fruto das nossas próprias ações. Com isso em mente, listei sete atitudes que devem ser lembradas e seguidas sempre. Que tal espalhar as frases pela casa? Isso ajuda a “vestir” a atitude positiva. Vamos lá!

1 Não valorize apenas uma área da sua vida. Nada é tão importante. Se você joga todas as suas energias em questões afetivas e se decepciona com elas, sofrerá demais. A vida é uma soma de aspectos: profissão, família, social, intelectual… Valorize todos.

2 Fuja das expectativas. Elas nem sempre são concretizadas. E, mesmo que sejam, você sofre com a ansiedade. Não estrague o hoje pensando no amanhã. Concentre esforços no agora para tomar boas decisões. Você vai se sentir mais relaxada e responsável por si.

3 Cultive só os pensamentos positivos. Todos os dias temos infinitos pensamentos, bons e ruins. Cabe a você deixar prevalecerem apenas os que causam reações positivas. Acreditando neles, você os transformará em realidade e deixará a vida harmoniosa.

4 A felicidade é interior. É um grande engano achar que ser feliz é ter um bom casamento, trabalho importante, carro ou casa nova. Isso pode trazer alegrias, mas a verdadeira felicidade vem de dentro. Ou seja, podemos ser felizes em qualquer situação!

5 Não viva de acordo com a opinião alheia. É impossível agradar todo mundo. Fazer o papel de certinha e bonitinha para satisfazer os outros compromete a sua espontaneidade. De quebra, isso acaba com sua felicidade. O importante na sua vida é você mesma! Mesmo que vá contra tudo e todos, siga somente o que o seu coração considera ser o certo.

6 Evite idealizações. Muita gente se desilude porque cria um mundo de fantasias: “A vida deveria ser assim ou assado”. Se não aceita a realidade, você se confronta com ela. Daí vêm o choque, a decepção e a frustração. Fica o recado: não é a realidade que machuca, e sim a ilusão.

7 Por fim, se ame. Seja generosa consigo mesma. Aceite-se, valorize-se, respeite-se! É importante ter uma boa relação com você mesma. Afinal, as pessoas te tratam como você se trata.

Assuma essas atitudes e terá resultados surpreendentes.

Luiz Gasparetto

O Universo gosta de dar origem ao novo

O Universo gosta de dar origem ao novo.  universe naturalSuas emoções são como um elixir de vida: É o alimento precioso do Universo. Não há nada no mundo que se compare a este fluir energético que perfila estrelas e remonta galáxias. Ah, o coração tem espelhos que nunca se estilhaçam, lâminas vitais que refletem do lado de fora. Porta da alma! És tão criativo que anjos orquestram uma canção em teu nome.

 “Se eu quero uma mulher, eu vou lá e pego…” E essa relação não dura, pois o curto espaço de entrega foi tão pouco em seu interior que o fogo logo se apaga. O Universo quer de você uma ampliação da sua felicidade, algo que fale de uma construção, envolvendo sentimentos, anseios, imaginação, intuição, paixão, entrega… Algo que você possa experimentar de forma duradoura e não apenas por 4 semanas.

 “Eu quero aquele homem, sinto que nascemos um para o outro, embora ele esteja casado com outra mulher. Ou, por qualquer outro motivo, esta pessoa não pode estar comigo. Ele não me trata como eu gostaria…”

Largue o controle do Universo, muitas vezes, pensamos que sabemos onde está nossa felicidade e rejeitamos a hipótese de que ela possa não ter nada a ver com o endereço em que achamos que a felicidade está. Procure não ter ideia fixa quanto o parceiro. O Universo devolve a manifestação com bases nos seus sentimentos, ele pode até devolver o produto inteiro pra você, mas o resultado forçado com nome e endereço é por sua conta e risco. O amor acontece fácil e se ele não está rolando, parta para outra mesmo que essa decisão não seja nada fácil. Desimpedido, o amor lhe mostrará um caminho longe da teimosia do sofrimento. O Universo não gosta de meias palavras, nem de sentimentos de autocomiseração, nem de lhe enviar o que é dos outros. O Universo gosta de dar origem ao novo. O infinito é tão copioso e criativo, por isso todos os seus lances serão limpos e se você realmente estiver alinhado com essa verdade a sorte no amor estará ao seu lado. Procure idealizar um relacionamento em que você enxerga seus melhores sentimentos, alguém que não tenha um nome, que você nunca tenha visto antes… Comece zerando seus escanteios para que o sentimento flua de maneira precisa e alcance um resultado ideal.

“Eu preciso amar com alguma referência, não consigo me apaixonar por alguém invisível…”

Você pode amar e admirar quem quiser: um colega de trabalho, alguém do passado e até mesmo um ator/atriz e você estará criando um perfil a respeito do seu sentimento. Você estará dizendo ao Universo que tipo de parceiro é o seu ideal. E como o Universo jamais jogará sujo com suas emoções, trará para sua vida alguém que seja o espelho do que está no seu coração. Você ficará admirado com as coincidências, com as semelhanças entre aquilo que era apenas um anseio da sua medula espiritual e aquilo que é realmente palpável. Contudo, mantenha uma atitude desapegada quanto à pessoa, não force uma situação, não dê nem nome a ela.

A paixão é como uma droga. É difícil se desvencilhar dela, mas tente esquecer a droga; fique só com o efeito!

O amor é irmão gêmeo do desapego, por isso ele é livre, grato e feliz. Não se preocupe com o resultado, nem como ou onde você encontrará o amor, pois este é cunho administrativo do Universo. Confie que o Universo trará para a sua vida a melhor pessoa do mundo com base nos seus sentimentos e nas características que você escolheu em um parceiro de acordo com as suas necessidades. Escolha, use o seu poder num campo que é tão ilimitado de possibilidades. A preguiça deixa você menos criativo e cativo de velhos sofrimentos, abra a sua visão para aquilo que dá certo! Toda vez que você tenta controlar ou se apegar àquela pessoa que você já conhece e que despertou sua paixão, é sinal de que há medo em seu interior. O medo é sinal de que você não está pronto e sem confiança o que é que o Universo pode lhe devolver? Ele pode estar querendo lhe mostrar um caminho bem melhor que você ainda não está conseguindo ver. É a insistência naquilo que já deu o que tinha que dar que mais machuca…

O amor é um estado do Ser. Não está do lado de fora, está bem lá dentro de nós. Não temos como perdê-lo e ele não consegue nos deixar. Não depende de um outro corpo, de nenhuma forma externa. (Eckhart Tolle)

V. Weyrich