A Prece da Solução

A Prece da Solução é crer que tudo já está resolvido.

Tudo está perfeito na vida e no Universo.

Aquilo que me faz viver, aquilo que põe vontades em mim, é a Fonte da Vida que aparece em mim.

Porque Ela tem no Universo todas as soluções para mim.

Eu acredito em todas as soluções.

Acredito em todas as saídas.

Acredito em toda modificação.

Acredito, de coração, que tudo se renova, tudo recomeça, tudo avança, tudo progride, tudo renasce, tudo se reforma.

Acredito na generosidade do Universo para comigo e para com todos.

Abro, neste instante, as portas da confiança do meu coração à generosidade da vida. Ao abrir as portas, a luz me aquece e a confiança brota; o resto é ilusão.

Tudo vem a mim na medida certa das minhas atitudes; e minha atitude, agora, é de fartura.

Abro minhas mãos como quem solta o que prende.

Solto o passado que não me serve e o futuro ausente.

Abro minhas mãos para receber.

Abro minhas mãos para deixar ser.

Abro minha mente para ouvir, meu coração para sentir, meu colo para receber.

Liberto minhas pernas para caminhar, minha garganta para expressar, meus olhos para ver, meus ouvidos para escutar.

Liberto minhas costas para não precisar carregar, me liberto do mundo para não me escravizar.

Largo este mundo para dominá-lo, não pergunto para entendê-lo, não chamo para alcançá-lo.

Meu silêncio é a confiança que tudo é solução.

Meus planos, eu não penso.

O Universo é o grande pastor de toda ovelha, porque Deus aos homens se assemelha, e cria neles as chances, o recomeço, a renovação.

Nada falta para nenhum filho, o eterno Pai concede tudo na medida de cada um.

E minha medida agora é a generosidade com que perdoo o inimigo; o indivíduo que passou por mim e mostrou a minha intolerância e as minhas limitações.

Liberto aos outros do julgamento, os críticos do meu lamento, os agressores do meu sofrimento.

Liberto-me dos olhos dos outros, da boca alheia, do palco das mentiras para ficar na minha verdade interior.

Não sou como todos e não preciso ser, a vida como é para os outros não tem que, necessariamente, ser a minha.

Eu não tenho medo. Quero dizer bem claro ao Universo que não tenho medo de ser o único a ser feliz na Terra, a ser muito rico na Terra, a viver na chuva de bênçãos constantes; não tenho medo de ser aquele que não tem medo, não tenho problemas de ser aquele que não tem problemas, não tenho vergonha de ser aquele que não tem vergonha, não tenho pudor de ser aquele que não tem pudor.

Assim, me permito viver na eterna benção do fluxo constante das portas que eu mesmo abro, sabendo que Deus só faz por mim quando em mim eu planto Deus – a consciência do Bem, a consciência do melhor.

Todos os canais para a solução estão abertos, porque, na verdade, nunca se fecharam. Não há problemas. Tudo está certo. Está certo este momento, essa prece; está certo o que eu como, o que eu falo, o que eu vivo – tudo é benção na minha vida.

Eu aceito esta benção como um filho pródigo escolhido recebendo a sua recompensa.

Aceito a vida no que há de dor e no que há de saber.

Aceito a vida com ou sem amor.

Aceito a vida pelo dom que ela é; no que é simpático e antipático, no que é prazer e no que não é.

Aceito a vida inteira porque vejo nela a benção em todos os sentidos; o que me falta me ensina aquilo que não tenho, o que eu tenho me ensina o que é ter as coisas.

Tudo me leva, tudo se mostra, tudo me reconhece; tudo me mostra a mim mesmo e tudo me eleva.

Estou em paz.

Só o Bem é real, só o Bem é verdadeiro, estou em paz, neste gesto em que abro os meus braços da fraternidade e comungo com o Universo de bençãos e de Bem.

Neste momento é o que mais me convém.

Tudo é assim porque assim está, porque esse é o ponto onde eu moro.

No Universo onde me encontro, na atitude que tomo, na bondade imensa que a Vida me concedeu da liberdade de criar o mundo que eu quiser e de me colocar onde eu bem entender.

Neste instante, eu me coloco no terreno da paz e da confiança plena.

Na certeza que tudo que eu quero, tudo eu tenho, que todo querer é poder, e já é ter. E que, na chama desta confiança, reforço todo Bem daquilo que está, porque tudo já está e tudo está aparecendo na consciência pouco a pouco.

Nesta paz que eu fico, eu vou transformando esta Prece da Solução num gesto contínuo na minha vida.

Eu vou viver só no aqui e no agora, sem pensar que existe hora, porque o Universo não tem tempo, porque a Vida é sempre só o que eu posso sentir, a Vida toda é só esta aqui, aquela que eu sinto agora.

Agora é eterno, pleno e real, por isso eu sou eterno pleno e real. Porque sou aquele que está além do tempo, porque eu sou a consciência viva do próprio Universo.

Calunga – Luiz Gasparetto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s