Sobre a Vida e o Viver

A vida num corpo físico é uma parcela muito pequena da existência total de uma pessoa.

Depois de passar por todas as provas para as quais fomos mandados à Terra como parte de nosso aprendizado, podemos então nos formar.

Podemos sair de nosso corpo, que aprisiona a alma como um casulo aprisiona a futura borboleta e, no momento certo, deixá-lo para trás.

E estaremos livres da dor, livres dos medos e livres das preocupações… livres como uma linda borboleta voltando para casa, para Deus… em um lugar onde nunca estamos sós, onde continuamos a crescer, a cantar, a dançar, onde estamos com aqueles a quem amamos e cercados de mais amor do que jamais poderemos imaginar.

A maior dádiva de Deus para nós é a livre escolha.

Nada é por acaso.

Tudo na vida acontece por uma razão positiva.

Se protegermos os canyons dos vendavais, nunca veremos a beleza de seus relevos.

A única finalidade da vida é crescer.

A suprema lição é aprender como amar e ser amado incondicionalmente.

Há milhões de pessoas no mundo que estão passando fome. Há milhões sem um teto. Há milhões que sofrem de AIDS.

Há milhões de pessoas que sofreram violências.

Há milhões de pessoas que padecem de invalidez.

Todos os dias, mais alguém, clama por compreensão e compaixão.

Escutem o som de suas vozes.

Escutem como se o chamado fosse música, uma linda música.

Posso garantir que as maiores recompensas da vida inteira virão do fato de vocês abrirem seus corações para os que estão precisando.

As maiores bênçãos vêm sempre do ajudar aos outros.

Elizabeth Kübler-Ross  – A Roda da Vida

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s