A origem do ego

Pergunta: O ego é a fonte dos nossos pensamentos, ou os pensamentos são gerados em outro lugar e atravessam o ego?

Eckhart: Não existe um ego separado dos pensamentos. A identificação com o pensamento é o ego. Mas os pensamentos que passam pela sua cabeça estão, é claro, ligados à mente coletiva da cultura em que você vive, da humanidade como um todo, então eles não são pensamentos seus propriamente, mas você os capta do coletivo, a maior parte deles. Então você se identifica com o pensamento e a identificação com o pensamento se torna o ego.

O que significa simplesmente que você acredita em cada pensamento que surge, e você deriva o seu senso de quem você é, do que a sua mente está dizendo. Opiniões, ponto de vista, “isto sou eu”…Algumas pessoas falam consigo mesmas:  “Ah você é tão bom! Por que o mundo não te reconhece?” , ou então a mente diz: “Você é mau”…é a mesma coisa. “Você é ruim, você fracassa em tudo , não é ?” E então você acredita nisso! E você passa a ter uma ideia ruim de si mesmo.

Por que você se subestima? Por que você acreditou nos seus pensamentos? E por que você está pensando esses pensamentos? Provavelmente você os coletou, talvez durante a infância…Talvez a sua mãe estivesse tão estressada que ela dizia: “Você é mau!” Então você coleta certos pensamentos e eles ficam presos na sua cabeça! Pensamentos que você ouve na infância, eles são pequenas formas de energia, como entidades, e eles ficam presos na sua cabeça e se recusam a ir embora! E quanto mais você acredita neles, mais profundamente eles vão se alojando em sua mente. E então algumas pessoas estão presas com entidades muito hostis, eu estou dizendo “entidade” não como uma assombração, mas que cada pensamento é uma energia, e como tal, você poderia chamá-lo de entidade.

Existem muitas pessoas neste mundo que estão presas com entidades hostis, negadoras da vida, criticando e atacando continuamente, o que elas carregam na cabeça. E elas acreditam que isso é quem elas são. E elas estão continuamente atacando a si mesmas, e se elas não estão atacando a si mesmas, estão atacando as pessoas em volta delas. “Vou te dizer que você é!” É claro que o que elas estão dizendo, na verdade, é: “Vou te dizer quem eu sou”. Elas projetam…Vocês conhecem o famoso ditado: “Nós não vemos as coisas como elas são, nós vemos as coisas como NÓS somos.” O que significa: você olha para a realidade através do crivo do seu pensamento, e dos seus julgamentos,  que são condicionados pelo passado.

O presente horrendo em que vivemos, é um presente horrendo para se viver! É como uma persiana, pior que uma persiana! Você olha pra realidade através de véus muito pesados. “Uh! Está tão escuro aqui!” “Aquilo é um ser humano, ou…?”

Então essa identificação com o pensamento, acreditar nos seus pensamentos, não ter nenhum espaço fora do movimento do pensamento, mais uma vez chegamos ao ponto vital: falta de espaço interno. Essa é a condição inconsciente, espiritualmente, completamente inconsciente. Então você é sobrecarregado como um ego pesado, você “é” o ego, que não é uma entidade separada do pensamento. Ele é formado de pensamentos com os quais você se identificou. E o primeiro momento de liberdade vem quando você percebe que certos pensamentos estão na sua cabeça há anos, talvez, e eles são apenas pensamentos. E você não é o pensamento. Você é a consciência.

No meu caso, eu me conscientizei de que eu tinha um pensamento, por exemplo, que tinha começado na infância, um de muitos pensamentos que eu tinha, “Coisas ruins acontecem comigo.” Quando eu via as pessoas à minha volta, eu pensava: “Eles tem todas essas coisas boas”, e havia sempre coisas ruins acontecendo comigo. É claro que a sua percepção se torna seletiva. Quando você tem um pensamento como esse, você percebe muito mais as coisas ruins…Porque na vida diária de qualquer pessoa certas coisas dão errado: você perde o ônibus, você fica preso no trânsito, ou você perde algum dinheiro, e isso é normal, mas se você tem o pensamento: “as coisas ruins sempre acontecem comigo”, você está extremamente atento a esse tipo de coisa, e elas confirmam pra você que o pensamento está correto.  E essa é a percepção correta da realidade através do crivo da mente. Então a realidade irá confirmar pra você, e não somente isso! Esse pensamento ou qualquer pensamento desse tipo na verdade atrai coisas ruins, coisas negativas.

Ou se você acredita que as pessoas são basicamente más, e essa é uma crença profundamente estabelecida e você não percebe que é apenas um pensamento na sua cabeça, uma crença, não apenas você irá destacar os comportamentos anti-éticos ou negativos quando você os encontrar nos outros. Não apenas isso, mas também é muito mais provável que você encontre pessoas que manifestem esse tipo de comportamento, porque você será atraído. Então, é incrível como as pessoas criam os seus mundos através disso.

A liberdade vem de sair disso, encontrar antes de tudo um pouco de espaço dentro de você, presença! E a partir daí você percebe que certos pensamentos são repetitivos, e que são só pensamentos.

Então tornar-se livre do ego, significa tornar-se livre do pensamento, da identificação com o pensamento. Esse é o fim do ego. Ele pode ocasionalmente se reafirmar, de tempos em tempos, mas pelo menos este é o despertar. E os seus pensamentos? Os pensamentos habituais?

Algumas pessoas têm medo de não obter sucesso nas coisas que fazem, porque suas auto-imagens, que são derivadas do pensamento, iriam sofrer! “Se eu falhar em alguma coisa, minha auto-imagem será ferida”, portanto eu não vou nem tentar. E novamente isso tem haver com derivar a sua identidade do pensamento. E mesmo o pensamento “eu falhei” é uma mentira. Eu sou uma falha é uma mentira maior ainda. Você não falhou, você pode simplesmente reinterpretar: “Eu aprendi algo aqui. Isso não é para mim”, por exemplo. Então por que acreditar nas mentiras que sua mente produz?  Então, como você sabe, muitas pessoas vivem com uma mente muito hostil.  Porém a motivação dessas pessoas para sair de suas mentes é muito grande, eu imagino. Mas primeiro elas precisam perceber que seus problemas são auto-gerados. Gerados pela mente. E não gerados pelo mundo.

Eckhart Tolle

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s