Busque o que é real em você

Conhecer o ser real de si mesmo é uma bem-aventurança, esquecê-lo é dor… O absoluto tem que ser experimentado, não discutido.

Ver o falso como falso é meditação. Isto deve continuar o tempo todo. O exercício diário, deliberado de discriminar entre o verdadeiro e o falso, é meditação… Estabeleça-se firmemente na Consciência de “eu sou”. Este é o princípio e também o fim de todo esforço.

A meditação o ajudará a encontrar os seus limites, a afrouxá-los, desatá-los e a soltar suas amarras. Quando já não estiver apegado a nada, você terá feito a sua parte. O resto será feito por você… Tudo o que sei é que o que depende de algo, não é real. O real é verdadeiramente independente.

Para conhecer o que você é, você primeiro tem que investigar o que você não é. E para conhecer o que você é deve vigiar a si mesmo, cuidadosamente, rechaçando tudo o que não tenha relação necessária com o fato básico: eu sou… A ausência de desejo e de medo o levará ali.

O Supremo é o mais fácil de alcançar porque ele é o seu próprio ser. Basta para de pensar e desejar qualquer outra coisa senão o Supremo… Busque em você mesmo O permanente. Aprofunde em seu interior e encontre o que é real em você… Lute para descobrir o que é na realidade… Tente simplesmente, comece; não é tão difícil como você pensa.

Nisargadatta Maharaj

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s