Experimente o despertar espiritual

Em seu nível mais básico, tudo é feito de energia. Isto inclui as pessoas, objetos, plantas, pensamentos, luz, cores, pedras, espaço… Tudo é criado a partir desta energia, inteligente consciente.

Onde você começa e termina?

A pergunta é: onde é que “você” começa e termina? Onde é que algo em torno de você começa e termina? Energia não tem limites. O que percebemos com nossos sentidos são concentrações de energia com padrões vibracionais únicos. Isto é o que torna os objetos sólidos e separados uns dos outros. Isto é o que nos faz sentir separados do resto da criação.

O despertar espiritual transcende o conceito “óbvio” de separação. Quando você despertar espiritualmente você abraça a verdadeira natureza de tudo, que é a unidade ou unicidade. O despertar espiritual não é necessariamente uma experiência religiosa onde se “encontra Deus”. Pode também ser visto como uma percepção de sua qualidade energética (ou não física).

Como você se torna espiritualmente desperto é a sua jornada. Aqui está um exercício simples que vai expandir sua mente e ajudá-lo a compreender a verdadeira natureza de tudo. Chama-se “encolhendo e crescendo.”.

Encolher e Crescer

Imagine-se sentado em uma casa de campo bonita, desfrutando de uma xícara de chá no pátio. O sol é quente em seu rosto, os pássaros estão cantando, a brisa suave acaricia as folhas das árvores… Imagine uma visão de longo alcance e uma visão mais próxima. Observe cada detalhe deste chalé assim como sua mente o pinta. Veja as flores individuais e cheire o seu perfume. Veja os espaços entre as árvores. Ouça o zumbido de cada abelha, enquanto reúne pólen.

Agora, encolha-se ao tamanho de uma abelha. De repente, a casa é enorme! Na verdade tudo é enorme! Rosas são maiores do que você. A xícara de chá é o tamanho de uma pequena piscina agora! Os espaços entre os objetos são muito maiores. Você não tem as asas de uma abelha, assim a distância entre a porta da frente para a rua pode ser uma jornada épica.

Em relação a você, tudo se tornou enorme.

Agora, encolha um pouco mais. Você está agora do tamanho de um ácaro minúsculo e seu mundo transformou-se completamente. Você não pode sequer perceber toda a sua casa. É simplesmente muito grande! Seria preciso uma vida inteira para explorá-la. Você está no pátio, sentada na cadeira onde estava uma vez desfrutando de uma xícara de chá (que é um lago enorme agora). Mas a cadeira não é uma cadeira mais, é tão grande quanto uma montanha! Fibras estofadas individuais são tão grandes como árvores agora. Você pode mover-se entre elas tão facilmente como o “tamanho normal de você” se move entre as árvores do jardim. Você não pode ver grande parte do mundo além da cadeira.

Você agora tem a habilidade de se mover dentro de coisas que costumavam parecer sólidas para você.

Você encolhe até o tamanho de um átomo. Sua casa se foi completamente agora. É muito grande para você perceber. Você é tão pequeno que está profundamente dentro de um único fio da fibra do algodão que compõe a almofada em sua cadeira. Uma fibra é o seu mundo agora. Você está fascinado em ver que há tanto espaço naquilo que costumava parecer sólido. Contudo, mesmo nessa fibra de algodão, aparentemente pequena, há espaço. Muito espaço.

Você encolhe ainda mais. Você é uma partícula subatômica, flutuando livremente na vastidão do espaço. Existem outras partículas subatômicas que flutuam ao redor. Entre você, ainda há… espaço. Há ainda espaço entre você e a partícula ao seu lado! O que é essa coisa que está entre você e a próxima partícula? Não é ar (você é muito menor do que as moléculas de ar). O que é isso? Se fosse para você encolher além do que a ciência moderna entende, imaginamos um lugar, ou melhor, um estado de ser, onde tudo é apenas energia. Uma energia. Uma energia consciente, inteligente e criativa. Você é tudo e tudo é você.

E então você começa a crescer novamente. Logo você está de volta ao seu tamanho humano normal. Isso foi divertido! Mas nós não terminamos. Vamos crescer! Primeiro, você expande para o tamanho das árvores. Sua casa parece a casinha de uma criança. O gato da família é o tamanho de uma formiga minúscula.

Você expande até que as árvores sejam tão curtas quanto um gramado bem cuidado. Sua casa é tão pequena quanto uma moeda. Cadê o gato? Onde estão as abelhas? Você está acima das árvores e você pode ver longe, muito longe…

Você se expande e você é o tamanho da Terra agora. E então cada vez maior. Você segura a Terra em sua mão, uma joia azul / verde bonita. Onde está sua casa? Suas coisas? Elas estão lá… mas elas estão tão juntas agora em sua percepção de que não há distinção entre elas. Tanto quanto você pode perceber, não há espaço entre nada. O mundo parece sólido e unificado.

Você continua se expandindo para além do nosso sistema solar, além de nossa galáxia. Bilhões de galáxias que pareciam muito distantes agora se agrupam como grãos de arroz em uma tigela. Como as coisas se parecerão conforme você continue se expandindo? O espaço entre as coisas parece desaparecer mas você sabe que tudo ainda está lá… tudo por causa dessa mudança em sua percepção.

Quando você consegue compreender plenamente a enormidade deste conceito, você vai experimentar um despertar espiritual. O nosso intelecto não pode compreender isso totalmente porque ele precisa de limites. Em “algum momento”, você vai parar de ficar maior ou menor, de acordo com a mente lógica. Só que, você não vai. Essa é a natureza do infinito.

A melhor maneira de experimentar o despertar espiritual é permiti-lo. Use sua imaginação e vá muito além do que você acredita ser possível. Tente “encolher e crescer” hoje e sinta a unicidade da criação. Desperte a sua unidade.

 Christie Marie Sheldon

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s