Resgate sua essência

A acumulação de riquezas e a ostentação estão deturpando os valores das coisas e das pessoas. Em um mundo em que o dinheiro é mais valorizado que os sentimentos, a aparência também acaba sendo mais importante que a essência. Consequentemente, a vida, que antes era palco da luta entre o ser e o ter, agora se tornou um campo de batalha entre o ser e o parecer.

Antigamente, quem não conseguia ser procurava ter bens materiais para conquistar a admiração dos outros. Assim, algumas pessoas que não conseguiam ser cultas compravam carros caros para mostrar que eram importantes.

Algumas pessoas que não eram educadas davam gordas gorjetas aos garçons para ser bem tratadas, apesar de suas grosserias. Alguns homens que não conseguiam atrair as mulheres que desejavam conquistar, davam presentes caros para impressionar. Entretanto, como a cada dia está mais difícil ter, muitas pessoas passaram a buscar maneiras de parecer ter.

Parece que elas têm uma bolsa de grife.

Parece que têm um relógio caríssimo.

E algumas procuram ainda algo pior: parecer ser!

Querem parecer cultas só porque compram muitos livros. Querem parecer competentes apenas porque usam palavras em inglês.

A cobrança para obter sucesso a todo custo criou uma multidão que se sente perdedora.

A exigência para sorrir o tempo todo fez com que entrássemos em contato com nossa infelicidade.

A pressão para comprar tudo o que é lançado fez com que dinheiro nenhum fosse suficiente para saciar nossos desejos.

Apesar de sentirem-se frustradas, as pessoas se cobram seguir adiante com uma maneira de viver que não faz sentido para elas. E investem mais e mais nas aparências Passam a se cobrar estar alegres o tempo todo, mas como não conseguem, começam a fazer qualquer coisa para parecer felizes.

Passam a se cobrar ser bem-sucedidas financeiramente, mas como nem todas conseguem isso, começam a comprar coisas que demonstrem ser pessoas de sucesso. Para ter o que mostrar, fazem dívidas que não conseguirão pagar. Compram bens materiais em vez de investir no crescimento pessoal. Compram falsificações para vender a ilusão de que têm muito dinheiro. Investem sua energia em impressionar os outros em vez de seguir seu caminho de plenitude.

Gastam o tempo com frivolidades em vez de criar riquezas duradouras. Tentam satisfazer os outros, mas não sabem o que é estar de bem com a vida.

 

Roberto Shinyashiki

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s